Pesquisar nesse blog

terça-feira, 1 de março de 2011

Não queira ser super humana





Todos nós estamos sujeitos a algum tipo de manipulação e a forma mais comum disto acontecer é quando as pessoas fazem uso do nosso Ego. Nunca desejamos que alguém tenha mal julgamento a nosso respeito; sempre achamos que devemos corresponder às expectativas alheias para não deixar decair nosso conceito. Existem pessoas que são hábeis na arte de manipulação e nos deixamos ser manipulados pelos outros, querendo ser admirados super humanos.
Todos os seres humanos são capazes de ignorar um insulto, mas ninguém resiste a um elogio e o manipulador sabe disso. É sempre aquela velha história: alguém chega de mansinho e vai massageando sua auto-imagem: "Você é tão especial, tão inteligente, tão bacana..." e logo depois vem o pedido: "Será que poderia me fazer um favorzinho?..." Depois de tantos elogios, logicamente você dificilmente conseguirá evitar esse favor.

Mesmo que esteja sem tempo, sem dinheiro, sem condições ou mesmo sem disposição para atender, você acaba concordando. E quando você resiste, tem outra tática que é chantagem emocional: "Puxa, eu não esperava isso de você, pensava que podia contar com você..." Nesse momento você se sente a pior pessoa do mundo, se deprime, se sente a pessoa mais cruel do mundo.

Se você entrar no jogo da chantagem emocional, não querendo decepcionar os outros a seu respeito pelo medo de que a sua imagem de pessoa boa e solícita seja ameaçada, você concordará e atenderá o pedido. É provável que faça até mais do que foi solicitado. Pronto, a pessoa manipuladora conseguiu fazer você atender o pedido dela.


O jogo da manipulação é cruel porque você se vê na obrigação de fazer tudo o que a outra pessoa espera de você e ainda se sente em gratidão por estar nesta condição. Pais fazem isto com os filhos e filhos fazem isso com os pais; professores com os alunos, alunos com professores; patrões com empregados, empregados com patrões; marido com a mulher, a mulher com o marido, acontecendo também entre namorados, amigos, vizinhos, colegas etc. Até o seu cachorro pode te manipular se você não estiver atento e atender às suas exigências.


Ajudar ao próximo é algo bom e útil, porém somente podemos e devemos ajudar aos outros, dentro das nossas condições e das nossas possibilidades. É necessário reconhecer que não podemos atender a tudo e a todos. Temos os nossos limites e, aprender a dizer "não" em certas situações é um modo de evitar dissabores, preocupações, prejuízos além de termos mais tempo para cuidar de nossos próprios interesses.
Desistir de preservar uma imagem do ser perfeito, o exemplo de bondade do mundo, de ser bom Samaritano durante 24 horas por dia, é o começo para não ser uma pessoa manipulável.

Nem sempre ser bom demais para todos é sinal de ser bom para si mesmo. A bondade tem seus limites e, se você distruibuir muita bondade, pagará caro por isso.
Quando você aprende a respeitar seus próprios limites e coloca um limite para atender aos outros, você com certeza perderá a fama de bonzinho e queridinho de todos. No entanto, você estará separando o joio do trigo, ou seja, é a sua oportunidade de conhecer aqueles que gostam realmente de você e conhecer aqueles que se relacionam com você apenas por interesse.

Se você quer aprender a não ser manipulável, aprenda sobre as principais táticas usadas no jogo da manipulação. Abraham Maslow, psicólogo humanista, propôs uma classificação das necessidades humanas. Para ele há cinco tipos de necessidades: fisiológicas - segurança íntima, física e psíquica - de amor e relacionamentos - de estima e autoconfiança - autorrealização.

JOGO DAS LÁGRIMAS

Todo ser humano se sente desconfortável diante das lágrimas dos outros e acaba se rendendo aos apelos dos outros. A solução é não concordar imediatamente. Qualquer solicitação deve ser analisada e não sob pressão. Diga: "Conversaremos quando você estiver mais calma..."

JOGO DOS SUBORNOS E RECOMPENSAS

A abordagem pode ser usada através da sedução com presentes e sensualidade, compartilhamento de informações e segredos visando manipular para que você faça algo. A solução é não se render à solicitação, não se venda por presentes, não seja corrupto. Se alguém lhe conta algo particular e logo pede empréstimos ou presentes, diga-lhe que está economizando para comprar algo para si.

JOGO DO LISONJEAMENTO

Egos são coisas fantásticas e se derretem diante de elogios. Desconfie diante de muitos elogios que precedem a uma solicitação. Apenas agradeça os elogios e negue a solicitação.


JOGO DO USO DOS AMIGOS
Uma pessoa astuta sabe que usar um amigo seu que seja querido poderá render a ela o que quiser. A solução é simples: ignore os pedidos que não sejam feitos diretamente a você, não ceda à pressão de amigos. E, se tiver que negar, negue.


JOGO DO AFASTAMENTO, ESCONDE-SE E NÃO LIGA

Existem aquelas pessoas que somem, desaparecem, afastam ou emudecem só para que sua ausência ou silêncio desperte saudades e sirva de pretexto para pedir um favorzinho, um presentinho etc. Ignore o afastamento ou pergunte o motivo. Se vier o pedido de um favor depois de um sumiço, negue. Não se deixe manipular.

JOGO DAS DESGRAÇAS
Existem pessoas criativas e que tem uma super imaginação para criar estórias fantásticas de desgraças, com detalhes tão espetaculares que você termina acreditando. Se você não sabe sobre a veracidade dos fatos, apenas lamente e não se disponha logo de imediato a remediar as desgraças dos outros. Essa é a manipulação que desperta o seu espírito salvador e que muitas vezes te faz embarcar em grandes mentiras.

JOGO DO FAZER-SE DE BURRO/PERDIDO

Tem pessoas que se fingem de burras e perdidas porque isso realça o espírito cavaleiro e salvador que existe em você, e assim elas podem obter ajuda. Perceba quando realmente uma pessoa necessita de ajuda. Não deixe que seu ego fique alto se sentindo superior. Preste atenção: quem precisa de ajuda com certeza está fazendo alguma coisa, está tentando realizar algo. Não se torne um burro de carga fazendo tudo para os outros, enquanto eles recostados apenas admiram a própria capacidade de manipular você, para fazer tudo por eles...

Um comentário:

* Edméia * disse...


*Lúcia, hoje estou menos boba !

Está cada vez mais difícil das

pessoas me manipularem !!!

(*Graças a Deus !!! ).

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares