Pesquisar nesse blog

sábado, 18 de setembro de 2010

Ser quem somos


video

Como frutos da terra, os minerais, vegetais e os animais não tem fim, sempre se transformam, em cada momento produzem novas descobertas. Os antigos diziam que cada coisa é uma miniatura do universo. O homem é uma dessas miniaturas, e como tal, recebe influências de todas as outras coisas.

Os cristais por exemplo, tem significado ao longo da história, o símbolo de um poder mágico. Magia ou encantamento, o certo é que seduzem. Pode parecer muito estranho essa história de falar em miniaturas do universo. Os cristais: a questão é assim como os cristais que levam milênios para chegar a uma forma, nós, chamados seres humanos, às vezes levamos uma vida inteira para perceber que a transformação é fundamental.

Não é fácil, o dia-a-dia consome a gente de tal forma que deixamos muita coisa passar. Hoje você está num navio rumo ao infinito, essa é a sensação mesmo que fica. Pois imagine que antigamente a única coisa que orientava os navegadores eram as estrelas. O céu era o companheiro, o rumo, hoje é tudo diferente: bússolas, tecnologia moderna. Só uma coisa não mudou; as estrelas ainda podem nos indicar o caminho, o caminho interior.


Hoje a proposta é se redescobrir, reconhecer o caminho das estrelas. O corre-corre, a confusão o dia-a-dia deixa a gente
muito enlouquecido. O mercado é muito competitivo, mas todos que estão aqui conseguiram superar muitos obstáculos. Cada um fez da batalha do dia-a-dia, uma vitória, em casa ou no trabalho. Cada um teve de conquistar seu espaço, nos caminhos onde grandes parceiros se encontraram.

É hora de comemorar nossa parceria. Fazer com que a parceira de todos os nossos dias participe de mais uma vitória. As estrelas nos dão o caminho porque lá no fundo, elas alimentam a nossa esperança, nos dão a certeza de que nada será em vão. Que tal buscar novos sabores? Temos tudo, sabemos muito, mas ainda é muito pouco.

Pare para pensar um pouco: quantos sentimentos você escondeu pelo caminho? Tudo bem, é a vida. Mas pode ter certeza de que tudo isso ficou em algum canto, apertado nesse canto.
Em nosso corpo moram as nossas as nossas dores e as nossas alegrias e a gente acaba não prestando atenção, vamos nos acostumando com tudo e perdendo a capacidade de se admirar com as coisas do mundo. O tempo passa rápido demais, não tem volta.

Aprendemos a ser uma máquina que faz e acontece mas às vezes essa máquina tem uma função muito cruel, nos distrair da tarefa de sermos felizes, de sermos nós mesmos. Nós esquecemos que a mesma máquina que consegue modificar o mundo, inovar, fazer dinheiro, essa máquina tem que se alimentar de felicidade.
Quantas vezes você se deixou ser feliz? Ter medo, rir, chorar de alegria?

É que a vida passa e a gente nem percebe a diferença erm cumprir tarefas ou saboreá-las. Mexa no arquivo de sua memória. Quantas vezes seu filho, seu companheiro de trabalho pediram ap
enas uma palavra amiga, e você nem percebeu. Quantos momentos com seu marido, sua mulher, poderiam ter sido inesquecíveis e foram perdidos só por falta de atenção.

Tanta coisa passando e não volta. O tempo definitivamente não pára.
A gente é que precisa se dar o direito de aproveitar cada momento; embarcar em aventuras interiores, deixar cair a armadura. Vamos procurar saber o que nos faz sentido; se diverte, vai pra cama e faz a festa ou vai pra festa e faz a cama. Quem não sonha? Quem consegue ter certezas? Tenta esquecer o seu racional, use o poder da sua emoção.

A vida corre. É o ritmo dela, mas a gente precisa saber fazer a nossa hora, é o detalhe que faz a diferença.
Ouse, procure descobrir a delicia dos detalhes, vamos no caminho das estrelas, da nossa estrela. O desafio é encontrar a estrela que ficou perdida no meio da nossa estrada. Você terá uma nova rotina, novas sensações, novos carinhos. Podemos tudo.

Imagine que você está permitindo uma revolução interior, uma aventura, assuma um personagem, permita-se. Invada sua razão.
Nós sempre fazemos o mais dificil e acabamos nos confundindo no trivial. Sintonize o equilibrio, ouça a voz que vem do seu coração, estamos num caminho que só cada um de nós pode traçar. É o nosso caminho das estrelas.

O champagne faz o brinde, as estrelas nos convidam a selar uma nova aventura, e o cristal vai para o mar.
Os cristais sempre tomam e devolvem energias. Transporte para o cristal tudo o que não tem sentido na sua vida, aperte forte e jogue ao mar. Hora de zerar; hora de usar a coragem e o despreendimento para se livrar do velho. O cristal é simbolo da renovação, e todos estão prontos para fazer o caminho das estrelas...








sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Bom ou ruim



Quer saber de uma coisa? Tudo pode ser bom, ruim e principalmente assim, assim... Tudo ao mesmo tempo ou não, e não necessariamente nessa ordem. Bom é chegar na praia à tardinha, anuncio de por de sol, a água de ondas mansinhas, jogar bola na espuma e sob o céu encaixa como se fora Tafaréu.

É bom também quando começa a chover e as gotas fazem cócegas na superfície do mar, como se um cardume infinito prometesse matar a fome de todo o Vidigal, Rocinha, Cidade de Deus e Vigário Geral. Ruim é lembrar daquele amigo que de prancha na mão, morreu de um beijo roubado de um raio, da lembrança a correria. O medo... o medo... medo é bom, ruim é o medo de ter medo!

Bom é voltar, trocar chuva por chopp e passar atrás da pelada. A bola vai pra fora e como na crônica de Rubem Braga sobra pra você, que mata no peito faz embaixadinha e devolve redondo num chute perfeito. Ruim é a fisgada na coxa e sair mancando disfarçadamente. A vergonha de estar decadente não é ruim, ruim é o orgulho que se nega a reconhecer a decadência.

É bom a cidade estranha em que você nunca esteve e sabe que nunca mais vai voltar. E nesse lugar você tem uma obrigação sem graça que cumpre com estilo e precisão, traçando um dia perfeito no arco do tempo. Quando cai a noite é bom tomar um banho e sob o chuveiro é bom sentir saudade. Ruim é não ter saudade. E como é bom sair sem direção pelas ruas da cidade, pensando no que você fez da sua vida e no que a vida fez em você...

Bom é sonhar. Realizar não é tão bom, mas ruim mesmo é não realizar. O fim de um grande amor é muito, muito ruim. Um grande amor não tem fim! Bom é amar, ruim é amar. Bom é encarar a vida com fantasia. Quando um poeta desaparece é bom colocar chapéu de Bogar que tudo pode solucionar. Ruim é encontrar o precipício, morrer não deve ser tão ruim assim... E pode ser bom falar sobre bom e ruim, e pode ser pior, assim... assim ... bom! (Pedro Bial)

video


A vida é um barco



A vida é como barco no oceano:
a tristeza e a felicidade são os ventos;
os pensamentos são as pontas das montanhas que se erguem como ilhas;
a pessoa é um leme.

Uma pessoa em harmonia é aquela
que sabe usar os ventos como força para se impulsionar;
usa as ilhas para descanso na sua jornada,
aprecia o balanço das ondas como elas devem ser,
e ao final da jornada, abre um sorriso e diz: a viagem valeu!

Uma pessoa em desarmonia, é aquela
que sempre transforma os ventos numa tempestade;
que ignora as ilhas e as vêem como obstáculos as suas jornadas;
que acha que as ondas só podem estar no topo
e que no fim da jornada apenas conta
quantas vezes as ondas desceram e quantas vezes o barco virou...


quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Cada dia é um presente



Felicidade é algo que você decide por princípio. É uma decisão que você pode tomar quando acorda. Você tem duas escolhas: Pode passar o dia todo reclamando de suas dificuldades ou pode levantar agradecendo pelas boas coisas que tem.

Cada dia é um presente. Quando você abre os olhos pela manhã pode focalizá-los no novo dia e nas boas
lembranças daquilo que já viveu. A velhice é como uma conta bancária: você só retira daquilo que você guardou. Portanto, deposite um monte de alegria e felicidade na sua Conta de Lembranças, e continue sempre depositando.

Esteja sempre rodeado daquilo que você
gosta: sua família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for. Lembre-se: seu lar é o seu refúgio. Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência, e isso inclui idade, peso e altura. Deixe o médico se preocupar com eles. Dê preferência aos amigos alegres; os de baixo-astral puxam você para baixo.

Continue aprendendo.
Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa. Não deixe seu cérebro desocupado. Uma mente sem uso é a oficina do diabo, e o nome do diabo é Alzheimer. Curta coisas simples. Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego. Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se está instável, melhore-a. Se está abaixo desse nível, peça ajuda.

Não faça viagens de remorsos. Viaje para o shopping, para cidade vizinha, para um país estrangeiro, mas não faça
viagens ao passado. Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades. E lembre-se que: a vida não é medida pelo número de vezes que voce respirou mas pelo momentos que você perdeu o fôlego de tanto rir, de surpresas, de êxtase e de felicidade!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Rejuvenescimento



Muitas estão em busca da reversão do tempo, mas somente cirurgias estéticas não dão conta desse assunto. Há um outro truque que nos deixam renovadas, mesmo na idade avançada. A fonte da juventude chama-se mudança. Quem é adepta da repetição, está condenada ao envelhecimento precoce. A única maneira de enfrentar a maturidade sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para dar guinadas, recomeçar, ter sonhos para realizar.

Quando você se cansa das pessoas que absorvem demais a sua vida, que te desgastam emocionalmente e fisicamente, e você dá um basta, sem temer ficar sozinha, você rejuvenesce.

Quando você renova as coisas que fazem parte de sua vida, vende ou doa o que vem guardando há muito tempo, mesmo que sinta certa dor de se desvencilhar de tantas lembranças guardadas, você conquista uma vida mais compacta e simplificada, e você rejuvenesce.

Quando você se cansa de um emprego que exige demais de você, que te exaure até os ossos, mesmo que lhe pague mais, e você parte em busca de um emprego mais prazeiroso, mesmo que lhe pague menos, mas que você tem suas horas de lazer e sinta prazer de viver, você rejuvesnece.

Toda mudança tem um alto preço emocional. Antes da decisão os questionamentos são muitos, chora-se, a vida desestabiliza, e é preciso esforço para recomeçar. Mas depois da coisa feita, um alívio, e a recompensa fica escancarada na face rejuvenescida.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a juventude eterna. Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião até as rugas sumirem; mas para um olhar opaco não existe plástica que resgate seu brilho. Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente opta por levar...

(texto inspirado no poema de Martha Medeiros)

domingo, 5 de setembro de 2010

Inimigos ocultos




Sofre de reumatismo, quem percorre os caminhos tortuosos, quem se destina aos escombros da tristeza, quem vive tropeçando no egoísmo.

Sofre de artrite, quem jamais abre mão, quem sempre aponta os defeitos dos outros e quem nunca oferece uma rosa.

Sofre de bursite, quem não oferece seu ombro amigo, quem retesa, permanentemente, os músculos, quem cuida excessivamente das questões alheias.

Sofre da coluna, quem nunca se curva diante da vida, quem carrega o mundo nas costas, quem não anda com retidão.

Sofre dos rins, quem tem medo de enfrentar problemas, quem não filtra seus ideais, quem não separa o joio do trigo.

Sofre dos pulmões, quem se intoxica de raiva e de ódio, quem sufoca, permanentemente, os outros, quem não respira aliviado pelo dever cumprido, quem não muda de ares.

Sofre do coração,
quem guarda ressentimentos, quem vive do passado, quem não segue as batidas do tempo, quem não se ama e, portanto, não tem coração para amar alguém.

Sofre da garganta, quem fala mal dos outros, quem não solta o verbo, quem repudia, quem omite, quem usa sua espada afiada para ferir, quem reclama o tempo todo.

Sofre do ouvido, quem julga os atos dos outros, quem não se escuta, quem costuma escutar a conversa dos outros, quem ensurdece ao chamado divino.

Sofre dos olhos, quem não se enxerga, quem distorce os fatos, quem não amplia sua visão, quem vê tudo em duplo sentido, quem não quer ver.

Sofre de distúrbios da mente, quem mente para si mesmo, quem não tem lucidez, quem preza a inconsciência, quem menospreza a intuição, quem não vigia seus pensamentos, quem não pensa na vida, quem se ilude, quem mascara a realidade, quem não areja a cabeça, quem não se dá e quem não ama.

Causa e efeito. Ação e reação. Tudo está intrinsecamente ligado. Tudo se conecta o tempo todo. E assim passam os anos sem que o ser humano conheça a si mesmo. Somos, certamente, o maior amor das nossas vidas! Assim como o nosso maior inimigo é aquele que está oculto e que habita, inexoravelmente, no interior de nós mesmos.

Autor Desconhecido

Somos e vivemos o que sintonizamos



Cuidado com o que você pensa e fala! Muito mais do que possamos imaginar, as energias do pensamento humano influenciam a nossa vida, a vida de nossos semelhantes e o ambiente onde vivemos. Somos verdadeiras antenas de captação e de transmissão de energias pelo espaço à nossa volta e o nível de vibração desta energia está na razão direta dos níveis da nossa qualidade de vida e das relações interfamiliares e pessoais.

Com o avanço científico e tecnológico, cada vez mais se estuda, diagnostica e teoriza sobre energias no complexo humano, como o pensamento emite energias, como se sintoniza e absorve energias do ambiente, etc. A todo momento absorvemos e metabolizamos diversas energias que são emitidas por nós mesmos e pelos outros.

Por ser um processo automático que não depende da nossa vontade, as energias ruins que provém dos outros, poderão nos atingir se não estivermos em sintonia com padrão de vibração positiva. O padrão de vibração positivo: amor, esperança, fé, compaixão, amor, compreensão, caridade, humildade, força de nossa vontade, serve como um filtro para assimilação de energias negativas.

O padrão de vibração negativo: raiva, frustação, inveja, vingança, ódio e outros atrai a assimilação das mesmas energias e as energias positivas. Portanto, evitando os pensamentos e sentimentos desequilibrados, emoções descontroladas, estaremos em sintonia com o que de melhor temos dentro de nós, atraindo pessoas e fatos com a mesma sintonia.

Esses padrões de energia influenciam também em nossa saúde e bem estar. Além de manter vigilância em nossos pensamentos no presente temos de obrigatoriamente esquecer, de uma vez por todas, dos fatos ruins que já nos aconteceram (não lembrar e não verbalizar sobre eles). Pessoas que nos magoaram devem ser perdoadas em nossa mente. Deseje que eles tenham boas coisas em suas vidas, visualize-os alegres e felizes e esqueça-os. Isso traz uma energia maravilhosa para você.

Jamais tenha um desejo de vingança. Diariamente faça orações, multiplique pensamentos e gestos de amor, generosidade, gratidão, compreensão por si mesmo e por todos. Isso aumenta o campo eletromagnético a seu redor. Aceite-se e perdoe-se por suas falhas. Jamais tenha arrependimento pelo que tenha feito. Procure corrigir-se para que não retorne às mesmas atitudes. Esqueça como você foi e tenha foco no que você pode ser.

Buda dividiu o caminho da iluminação em oito ramos. No sétimo está o pensamento correto que tem qualidades de desapego, compaixão, perdão e não violência. Elevar a vibração é trilhar o caminho do meio: evitando os extremos da vida, mantendo o equilibrio. Independente do foco religioso, o pensamento criador positivo, com foco no amor e na caridade é o caminho de absorção de boas energias. Tudo depende da atitude mental.

"Que saiam de nossas bocas as boas palavras
e de nossos corações as boas atitudes!"
Carlos Parchen

"Quando a sua aura é um raio de luz,
ela se torna um campo de força,
com a capacidade de transformar a energia
de qualquer pessoa com quem você entre em contato e,
consequentemente, transforma o mundo!"
James Van Praagh

Experimente e verá acontecer verdadeiros "milagres"!
Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares