Pesquisar nesse blog

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

A lenda do Sapo que vira príncipe

 Você se lembra desta história?

Era uma vez uma princesa que, passeando junto a um lago do seu jardim, deixou cair no poço uma bolinha de ouro. Enquanto olhava aflita para a água sem saber o que fazer, eis que surge um sapo feio à superficie com uma solução: "Eu recupero a tua jóia se me convidares para o teu palácio e me deixares lá viver como um príncipe!".

Sem refletir no que se metia, a princesa concordou com todas as exigências do sapo. Ele mergulhou e imediatamente reapareceu com a bola de ouro na boca. Ainda incrédula, a princesa correu para o palácio esquecendo por completo o que acabara de prometer. Pouco depois, eis que surge o sapo.

Em troca da sua bolinha de ouro o sapo exige que ela o ame mais que todos, que brinque com ele, que seja seu amigo mais querido e permita que ele se sente à mesa, que coma no seu prato, que beba do seu copo e durma com ela. Sem considerar inteiramente as implicações de sua promessa, a princesa concorda.

A partir daí a cada dia o sapo então vai aumentando suas exigências de intimidade, baseado na promessa que ela lhe fez. Qual o final da história? Provavelmente você vai responder que a princesa beija o sapo ele vira um príncipe e juntos eles vivem felizes para sempre. Final agradável, porém inexato.

No verdadeiro final do conto de Grimm, aparece a rejeição da princesa, seu conflito e sua raiva. Ela se recusa a levá-lo para sua cama. Quando o sapo ameaça contar ao rei ela o atira contra a parede e eis que ocorre a mágica, o sapo vira príncipe...

O que Grimm quer passar é que devemos expressar nossos sentimentos autênticos que podem transformar até mesmo uma criatura repulsiva em príncipe. O seu sapo pode ser um relacionamento, um emprego ou qualquer situação que venha condicionando sua vida. Cabe a você transformar e reinventar a sua realidade, de modo que ela reflita o que você quer ser, ter e fazer.


Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares