Pesquisar nesse blog

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Eu era feliz e não sabia




Muitos poetas se tornaram cérebres ao tratar do saudosismo de belos tempos, porém Ataulfo Alves se destacou quando criou a bela canção que eternizou o triste lamento: "Eu era feliz e não sabia!".

A canção nos adverte sobre a tristeza de não se ter consciência da verdadeira felicidade e vê-la irrecuperavelmente perdida no próprio passado. Muitas pessoas somente descobrem a felicidade depois de tê-la perdido definitivamente e seu maior sofrimento está em constatar que menosprezaram e desprezaram pessoas, coisas e situações quando a tinham inteiramente ao seu dispor.

Exemplo disso são os filhos ingratos que somente reconhecem o valor da dedicação e amor de seus pais depois que eles partem da vida ou naqueles que, com seus atos irresponsáveis e imaturos, destroem seus relacionamentos através do egoísmo e traição, para depois reconhecer que perderam o verdadeiro amor de suas vidas.

Logicamente não podemos viver de arrependimentos do passado, mas podemos aprender com eles para não perdermos tempo com futilidades e pensar em nossas atitudes, postura perante a vida e escolhas. Se você pensa que no futuro pode se arrepender do que está fazendo agora, talvez não deva fazer. Faça tudo de uma forma que no futuro possa dizer: eu faria tudo de novo e exatamente do mesmo jeito. A vida só é vivida uma vez, cada momento é único e não volta jamais...


Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares