Pesquisar nesse blog

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Medo de ser feliz





Muitas pessoas desejam ter um relacionamento feliz, uma carreira de sucesso, construir uma família e muitos outros sonhos mas não conseguem realizar justamente aquilo que mais querem. E, algumas vezes, é nos desejos onde encontram mais problemas. Tentam de todas as maneiras e, aparentemente, estão muito abertas para o que desejam mas só atraem situações de dor e insucessos.

Isso pode acontecer por inúmeros motivos, mas o principal deles é o medo de dar certo. O aparente querer pode esconder justamente o não querer, o medo de se arriscar em novos caminhos, de viver novamente decepções. E assim, passam a vida se autosabotando, preferindo a superficialidade das coisas do que correr o risco de tentar mergulhar por inteiro.

Somos muito sutis e sofisticados na arte da auto-sabotagem. Quando queremos nos esconder para não reviver experiências doloridas do passado, tendemos a agir justamente de forma a atrair novas experiências mas que serão igualmente desastrosas, seja um relacionamento, um trabalho, uma carreira ou qualquer outro desejo. Algumas pessoas focam seu principal objetivo em um relacionamento e só atraem situações onde é impossível viver o amor.

E ao escondermos esse medo de dar certo, justamente sob a aparência de querer muito dar certo, nos tornamos vítimas indefesas de inúmeras pessoas e situações que sempre impedem que nossas sonhos se realizem. Parece que sempre a culpa é do outro, das situações ou da vida, afinal tentamos de tudo. Esse medo nos afasta cada vez mais da possibilidade de sermos felizes, até o dia em que decidimos ir além dos medos e das memórias equivocadas para entender que as experiências passadas nunca deveriam nos impedir de experimentar de novo e por inteiro.

Este medo pode se manifestar em muitas áreas da nossa vida, exatamente onde temos memórias de dor. E quando resolvemos liberar esse medo e assumir a responsabilidade de dar certo nas situações, verbalizando esse medo, perdoando a quem nos fez mal, amando e mostrando gratidão, as coisas começam a dar certo em nossa vida. Aprendemos a andar, porque tentamos várias vezes. "Dar certo" significa mergulhar por inteiro no que deseja, desfrutando de cada momento, sem medo de ser feliz...


quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Coragem é agir com o coração




Coragem vem de Coeur (coração) e Age (agir)
Agir com o coração.

Muitas pessoas pensam que a coragem está relacionada a grandes feitos e atos heróicos, porém a coragem é algo muito mais belo e esperançoso. Ter coragem não é enfrentar ou confrontar algo. Ter coragem é perceber a centelha divina que existe em cada ser humano para não desanimar diante dos obstáculos, para nunca desistir da verdade, para reconhecer os próprios erros e para consertar o que tenha destruído. Essa é a verdadeira coragem que não precisa de lança e nem de escudo.

Mas a coragem não se alcança de um dia para o outro. A coragem deve ser conquistada aos poucos, embora ela sempre esteja presente em nós. A verdadeira coragem está em enfrentarmos a nós mesmos aniquilando o egoísmo, os preconceitos, as crenças negativas a respeito de nós mesmos e do mundo.

A coragem exige humildade para reconhecer o que está acima de nossas forças e exige alegria para tomarmos a iniciativa, exige caridade para entender as fraquezas, exige simplicidade e fé para não nos enchermos de orgulho. O herói é aquele que, frente à dúvida da escolha, foge do padrão comum preferindo o risco e a responsabilidade da invenção do que soluções prontas. O verdadeiro herói não é aquele que vence mil batalhas, mas aquele que luta mil vezes para vencer a si mesmo...


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

De bem com a vida





Por onde você passa você deixa uma marca, uma impressão. Mesmo que você se considere insignificante, você deixa um potente rastro de suas energias e essa energia é que atrai as coisas boas ou ruins para a vida. Se você está sempre otimista, com coragem para enfrentar os problemas, você atrai essas energias. Se você passa por um problema ou uma decepção e estampa no rosto o seu mal estar, você se torna um "caminhão de lixo", recolhendo tudo o que não presta.

Somos como verdadeiros imãs e por onde passamos tendemos a atrair as energias semelhantes às nossas ou até piores. O segredo está em perceber quando está chegando a tristeza e livrar dela o mais rápido possível usando o lado racional, ou seja, usando o cérebro, amando-se e já sabendo que se você não brecar essa dor, esse momento triste vai fazer você vai piorar, piorar e piorar ... É como um ferimento que dói e se você tratar com os remédios certos, o ferimento cicatriza, você supera e esquece.

Mostrar sua dor ao mundo e não se tratar é tornar-se um carregador de energias negativas. Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar algo da cabeça na hora que quer e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar, melhor é esgotar a dor. Permita-se recordar, chorar e ter saudade. Não se feche no seu problema, divida-o. Se precisar busque ajuda, mas não desista de lutar para superar sua dor. Toda ferida um dia cicatriza. Não leve as coisas ruins do mundo para a sua vida, pense e seja positiva. Fale bem da vida para ela ficar de bem com você!


Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares