Pesquisar nesse blog

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Somos donos do nosso destino



Uma das coisas que mais nos mobilizam na vida é o nosso Eu e o aspecto mais importante do Eu não é outro senão o destino. Ao longo da existência, o destino muda a todo tempo devido às circunstâncias que vão surgindo. Por causa de uma pessoa, de um fato, de uma palavra, de uma moeda ou mesmo de um pensamento, vidas inteiras podem ser alteradas. O mesmo é válido no que diz respeito aos rumos de um país e à própria história da humanidade, que pode até ser reescrita.

Na Inglaterra, o duque de Windsor abdicou do trono para se casar com sua amada, Wallis Simpson. Ao abrir mão do reino por sua esposa, além de mudar sua vida por causa de um amor, ele reescreveu a história de seu país.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, perdeu o emprego mais importante do mundo após o escândalo de Watergate. Assim, mesmo que nossa posição social nos traga alto prestígio, um simples fato pode levar-nos à mais vergonhosa humilhação.

O Mestre Ch’an Danxia, da Dinastia Tang, estava indo à capital chinesa para os exames nacionais de admissão
governamental. No caminho, encontrou um monge que lhe disse: “É melhor passar pelo teste da iluminação do que tornar-se um funcionário imperial.” Ele despertou de seu sonho de fama e riqueza e uma nova vida se abriu diante dele.

No dia em que Henry Ford deixou a casa paterna para ganhar a vida sozinho, seu pai deu-lhe um dólar. Ele usou esse
dólar como capital e, como resultado, construiu a Companhia Ford de Automóveis, conquistando um lugar na história e beneficiando toda a humanidade.

As vidas das pessoas são diferentes umas das outras. Quando vemos os demais voando alto enquanto nós próprios
estamos embaixo, suspiramos e nos queixamos por não estar atravessando um bom período de nossa vida. Chegamos até a culpar os céus por essa má sorte. Há também quem viva a vida como ela se apresenta, acreditando que tudo em nosso caminho é predestinado.

Na realidade, nosso destino não é controlado por ninguém. Ele é resultado dos nossos hábitos, crenças, emoção, poder
ou desejos que podem influenciá-lo. Portanto, tudo o que podemos fazer é cultivar uma visão correta, construir bons relacionamentos com as pessoas e observar os preceitos com rigor, independentemente da situação e de quem ou quanto dinheiro esteja envolvido. Assim, em vez de sermos controlados pelo destino, somos donos dele, e podemos livremente lapidá-lo.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares