Pesquisar nesse blog

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Xô preocupação!...


A preocupação é uma ave que algumas vezes cisma de pousar sobre a cabeça da gente.
O importante é não deixar que ela ali faça um ninho. Xô preocupação!...


A vida nunca é um mar de rosas, temos as nossas responsabilidades que já ocupam nossas mentes quase todo tempo. Isso significa que não precisamos ficar mergulhados em preocupações imaginando o que ainda vai acontecer ou tentarmos nos antecipar às tragédias. Certamente podemos nos prevenir, mas preocupar só serve para causar sofrimento e afetar a nossa saúde.

Na verdade os pensamentos inquietantes e exagerados quase sempre focam o lado ruim das coisas, nas possibilidades negativas, nos erros, nos fracassos, algo totalmente desnecessário pois o que tiver que acontecer certamente acontecerá independente da preocupação. É comum surgir fatos que nos deixam apreensivos em momentos específicos, o problema é quando se adquire o hábito de preocupar excessivamente com as diversas questões, sendo incapaz de chegar a uma solução.

Pessoas excessivamente preocupadas geralmente são pessoas ansiosas que costumam apresentar sintomas como inquietação, dificuldade de concentração, irritabilidade, tensão muscular, perturbações no sono, fadiga etc. Ou seja, a preocupação excessiva tem influencia sobre o corpo, sobre a mente e sobre as atitudes. Isso acaba interferindo na vida da pessoa, desfocando sua atenção do presente para fixar seus pensamentos no futuro. O resultado é que a pessoa termina por imaginar o futuro como algo negativo e ameaçador.

Na verdade uma pessoa ansiosa sente muito medo, só que nesse caso é um medo diferente. O medo considerado normal é uma resposta a um perigo fisico e real e funciona com o objetivo de nos preparar para a fuga. No entanto quando é um medo antecipado, ele nos prepara inutilmente para fugir de algo que nem conhecemos e só existe na nossa imaginação. Isso acaba virando um círculo vicioso, pois nem sempre temos controle de tudo o que só faz aumentar a ansiedade e consequentemente o medo. Esse estado de tensão termina por provocar um estado de estresse insuportável.

E por fazerem previsões negativas antecipadas, as pessoas ansiosas ignoram detalhes e outras informações deixando-as incapazes de lidar com qualquer aspecto negativo. Isso acaba gerando padrões rígidos de perfeição e desenvolvimento de uma extrema necessidade de aprovação, não conseguindo lidar com a incerteza e ambiguidade.

Pessoas ansiosas e que se preocupam demais podem desenvolver outros transtornos psicológicos mais sérios que só um profissional pode avaliar. No entanto podemos nos observar para ver se estamos muito ansiosos e tentar fazer algo a respeito. Praticar relaxamento, exercícios físicos, tomar chás de efeito relaxante pode diminuir a ansiedade, além de que podemos avaliar se não estamos dando muita importância a coisas pequenas.

Não existe nada pior do que sofrer por antecipação. Se não podemos controlar os fatos, podemos controlar nossa reação perante eles. A preocupação é uma ave que algumas vezes cisma de pousar sobre a cabeça da gente. O importante é não deixar que ela ali faça um ninho. Xô preocupação!...

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares