Pesquisar nesse blog

sábado, 22 de janeiro de 2011

Vencendo seu pior inimigo



O grande inimigo a vencer não se encontra lá fora e sim dentro de cada um de nós, e age no silêncio do dia-a-dia, escondido entre os nossos medos, anseios e dificuldades. Tudo está certo, seguindo bem, e de repente entra em cena a auto-sabotagem, a traição dentro de nós mesmos. Dificilmente percebemos que nos auto-sabotamos. Muitas vezes não bastam os obstáculos naturais que a vida e as situações nos colocam, somos mestres na arte de encontrar dificuldades, criar obstáculos e complicar tudo o que poderia ser facilitado.

Todos nós queremos as mesmas coisas, que é a realização, o sucesso e a felicidade em todos os aspectos. Porém dentro de nós existem muito mais medos e receios do que podemos imaginar. Apesar de querermos a felicidade, usamos mecanismos de auto-sabotagem, sem perceber, colocando muitas barreiras e impecilhos que acabam por nos impedir de atingir nossos objetivos. E na maioria dos casos porque sentimos que não merecemos.

Parece difícil entender que as dificuldades que encontramos estão saindo exatamente da nossa mente, da nossa maneira de pensar e de agir. Mentimos para nós mesmos. Nos enganamos e usamos muitos disfarces e desculpas. Cada vez que duvidamos da nossa capacidade em superar obstáculos, cultivamos um sentimento de covardia interior, que bloqueia nossas emoções e nos paralisa. Muitas vezes não queremos pensar no que estamos sentindo já que temos dificuldade para lidar com os nossos sentimentos sem julgá-los.


Enfrentar nossos sentimentos requer sinceridade e compaixão. Caímos em armadilhas criadas por nós mesmos, e a auto-sabotagem tem muitas origens e também muitas formas de se manifestar. Para saber como fazemos isso devemos começar nos perguntando: O que não aceito em mim mesmo? Porque tenho medo de alcançar a felicidade, a prosperidade e a realização? A resposta deve gerar em nós um autoconhecimento. É através dela que começamos a desarmar o mecanismo de auto-sabotagem.

Quando percebemos o mecanismo que estamos acionando, quando começamos a identificar dentro de nós mesmos as razões para nossos fracassos, começamos a caminhar.
O primeiro passo, e que geralmente acontece dentro de um processo de psicoterapia, é rever as próprias atitudes, clarificando para si mesmo o que deseja da vida e o que está fazendo para alcançar o que deseja. Muitas vezes, aquilo que queremos pode estar claro, mas os meios que estamos usando nos leva a caminhos opostos. É exatamente aí que está acontecendo a auto-sabotagem.

Nos auto-sabotamos quando saímos do nosso propósito de vida.
Somente pelo processo de autoconhecimento, bem como o conhecimento real dos nossos objetivos, anseios e metas, onde queremos chegar e quais os caminhos e métodos que iremos escolher para alcançar, é que podemos entender se estamos ou não nos sabotando. E, se estamos fazendo isso, porque estamos tendo essa atitude, estamos sendo inimigos dos nossos próprios sonhos e desejos, e tudo se resume no medo da mudança. Porque qualquer que seja o nosso sucesso teremos de nos responsabilizar por ele. Por que temos medo da riqueza e da realização?

Tenha certeza de que a prosperidade, realização e felicidade são dons reservados para todos os seres humanos. Não fique torcendo para que seu curriculo não seja aprovado e assim você terá uma desculpa para dormir até mais tarde, ver televisão durante o dia ou jogar game o dia inteiro. Desista de qualquer ilusão de ser dependente dos outros, de tirar proveito da ingenuidade alheia. Desista de encontrar doenças para não ter que trabalhar ou estudar. Siga sua dieta, faça seus exercícios. Desista de justificativas. Assuma o seu quinhão de felicidade e lute por ele.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares